sexta-feira, agosto 07, 2009

Hey, hey, I wanna be a Rockstar!

Pensando nas infinitas possibilidades de alcançar sucesso com o mínimo esforço e fazendo alguma coisa que eu goste, cheguei a uma atividade promissora: promoverei um concurso de bandas imaginárias de rock.

A ideia surgiu em uma conversa despretensiosa sobre o cajón que o André Kajarana pretendia comprar e minha predileção por baterias imaginárias. Foi então que ele me apresentou o “Air Guitar Competition”, um concurso de guitarras imaginárias que eu achei o bicho da goiaba.

É um negócio sério, bem organizado e criteriosamente avaliado. Os competidores têm que tocar durante um minuto, dividido entre dois rounds. No primeiro eles tocam uma música de sua escolha, mas no segundo a música é escolhida pelos juízes e eles têm que se virar nos 30. Puro improviso e talento (imaginário, claro).

No começo eu tô pensando em montar uma banda de garagem mesmo. Afinal, só precisarei de uma garagem e mais três ou quatro integrantes que tenham as tardes de sábado livres e referências musicais interessantes.

A partir daí é correr atrás de patrocínio e botar o negócio pra funcionar. Todo mundo vai querer ser um Rockstar Imaginário.


3 comentários:

Fabiana Mesquita disse...

kkkkkkk! Tiger é o maior guitarrista que eu já vi. Encontrei um modo de tocar, mesmo "não tendo alma pra música" (meu pai diz isso). Obrigada, tchura. Bjo

Pensamentos Soltos disse...

hahahahahahahahahahahaha
muito bom

Pensamentos Soltos disse...

hahahahahahahahahahahaha
muito bom