domingo, abril 05, 2009

Aconteceu de novo

Mais um daqueles desafios diários, também chamados de ‘Testes Diivinos de Paciência’, com o objetivo de me tornar uma pessoa melhor, mais equilibrada e somar pontos no livro da vida.

Quem convive comigo sabe a impaciência que me acompanha. Sou aperriada mesmo e estouro fácil. Existem, porém, provações que me fazem respirar, contar até dez e passar por tudo caladinha. Afinal, é um teste e eu preciso vencer!

Agora a pouco, por exemplo, entrei na minha rua e tinha um carro estacionado bem no meio, impedindo a passagem. Dei aquele buzinão que me é peculiar e sai o vizinho.
“Ô, Gean, tu trancou a rua, cara!”
(Quando ele falou isso eu já saquei: 'é mais um teste, e dos difíceis!' Me concentrei e mantive a calma para passar para próxima fase)
O vizinho se aproxima da janela, sussurra um 'desculpa' e pede pra eu esperar um pouco.
(Sorrio simpaticamente)

O suposto Gean sai da casa, dá uma conferida, faz sinal de “peraí um pouquinho” e entra de novo.
(Movimento a cabeça positivamente e simpaticamente)
Enquanto eu morria de calor dentro do carro, Gean discutia com o vizinho quem iria acender o fogo do churrasco.
Eu quis muito dar outro buzinão e soltar uma série de seis palavrões mais adequados para o trânsito, mas resisti.

Alguns minutinhos depois sai o Gean com toda calma, liga o carro e eu finalmente consigo passar e entrar na minha aconchegante garagem.

Espero muito que isso me valha, pelo menos, dez estrelinhas douradas. Caso contrário, vou me arrenpender amargamente de não ter mandado o imbecil do Gean praquele lugar.

5 comentários:

Fabiana Mesquita disse...

Ainda bem que você não aprende comigo...
E como foi a experiência?

Handreh disse...

Se eu fosse você 2 - eu teria mandando tomar no cu, mas não sem antes encostar a mão na buzina e fica lá, por uns trinta segundos. NÃO tenho paciência no trânsito, NÃO tenho paciência pra gente burra.
o/

Vizzi disse...

amiga, deveria ter mandado!!! libere mais as suas emoçoões!! kkkk

Mazé Oliveira disse...

É... às vezes temos que passar por estes testes de paciência. Já li que a humildade é a força sob controle. Vc provou que é forte!
Leio sempre seus textos.

Geisy Negreiros disse...

Hahahah ai Dedinha você é uma figuraaaa. Também não tenho paciência no trânsito e apesar de também não mandar praquele lugar na hora, no meu interior falo todos os palavrões possíveis e imagináveissss, solto os cachorros. Beijooo