quarta-feira, junho 21, 2006

lágrimas, palavras da almaaa

A essa altura do campeonato (ê clichezão) pensei que nada mais me surpreenderia, mas, pelo visto, esses ultimos períodos de Com. Social prometem...
Ontem o coordenador foi ter uma "conversinha" com a gente, ainda sobre aquela confusão com o professor Coração (vide post do dia 08/06 ).
Pois bem, ele começou a falar sobre conduta da instituição, do aluno. Falou também que muitos não estavam dando uma resposta acadêmica e zaz zaz zaz...Quase no final da fala o homem começa a tremer o lábios e a ficar nervoso.
Não, ele não vai chorar, né?! (pensei)
Chorou.
Chorou e mal conseguiu engolir o choro pra continuar a falar.
E a cara do povo?
Assim como eu, todos ficaram pasmos.
Até agora tô tentando lembrar o que de tão grave nós fizemos pra fazer esse homem chorar na sala.
Tadinho!

* Fui falar de choro e fiquei com a música(?) do Bruno e Marrone na cabeça. Virou título, claro.

2 comentários:

Hermington Franco disse...

Eu também não entendo o que aconteceu, mas estou procurando entender muito o lado dele.
Ele é uma inspiração pra mim, pelo cara que é, além do professor.

Helder Júnior disse...

Concordo em gênero, número e grau.