domingo, dezembro 23, 2007

então é natal...

As festas estão aí, bem aí mesmo, batendo à porta, e eu não dou a mínima. Não tenho paciência para encontrar pessoas na rua e comentar sobre como o ano passou voando, mesmo sabendo que todos os 365 dias tiveram suas 24h.
O espírito natalino não me pegou esse ano e se eu pudesse pular os dias, o faria sem arrependimentos. O desânimo nunca foi tão grande... Nem comparado ao fracasso das ceias de natal da família no começo da adolescência, quando eu passava a noite sozinha porque os primos iam pra casa de outros amigos.
Além da discrepância no horário, que faz a gente querer estar em Copacabana às 21h desejando Feliz Ano Novo ao restante do mundo, mesmo ainda estando no ano velho.
Esse ano eu não comprei presentes e nem espero ganhá-los. Não tive amigo oculto e nem estou ansiosa pra comer o peitinho do chester.
Poderiam pssar despercebidas, como festas que deixei de ir porque não estava afim. Sem fotos, roupas novas e sorrisos encomendados.
Desse ano eu salvaria poucas coisas. Cosinhas mesmo, pra guardar na lembrança, o resto poderia excluir sem passar pela lixeira.
As festas estão aí, bem aí mesmo e pouco me importa.

5 comentários:

Adri disse...

pouco me importa também. esse ano foi chato e bobo. mas ei, teve uma coisa legal: EU GANHEI UMA AMIGA!
=D

beijoca!

fabiana disse...

Tu quer ser a doida, né?!

Carlos Leite disse...

Eu já estou aqui todo arrumadinho pro natal. Vou comer o máximo que puder, beber e dormir. Vai ser tão divertido. ¬¬

#2 disse...

Vai dizer que nossos amigo-oculto eram chatos? kkk, ainda lembro de detalhes :p

nattercia disse...

Hahahaha
Eu só sei que eu nunca ganhei o presente do coelhinho, meu amigo!