quinta-feira, maio 22, 2008

das reclamações

Ultimamente certas coisas andam me deixando extremamente irritada.
Coisas da vida que até então não me causavam nenhum aborrecimento, mas que me fazem pensar naquelas frases feitas do tipo "O mundo dá voltas, filho da mãe" (complemento meu)
Aquelas situações corriqueiras que antes não me afetavam, mas hoje chegaram ao limite da minha paciência e, quando isso acontece, sobra para o sugestível.
Dificilmente elas deixarão de acontecer. Na verdade, a tendência é piorar, porque quando a gente leva a tal vida de gente grande, passa a lidar com outras 'gentes grandes' que têm um cérebro do tamanho de um amendoim de saquinho e pensam que estupidez é sinônimo de superioridade.
Aí, a solução é decidir como esses acontecimentos diários irão afetar seu humor. (E eu geralmente escolho o mau humor).
Fica cada vez mais difícil engolir a indiferença e arrogância das pessoas que a gente encontra por aí e eu bem acho os velhos clichês deveriam funcionar como mantra para esse povo menor (adoro usar essa palavra, gente. acho o auge da inferioridade).
Então frases como "É hoje e não é amanhã" "Te pego na virada" e "Um dia tu ainda vai precisar de mim, bixinho " valeriam a pena.
* O restante do texto eu apaguei. Detesto conselhos mesmo...

2 comentários:

Fabiana Mesquita disse...

É, o mundo não é justo. Mas "temos todo o tempo do mundo!" para continuar, melhorar...
Mais sorte na próxima vez.
Bjos

Pensamentos Soltos disse...

Digamos em entendi tudinho pq você me contou umas coisinhas antes e eu ler isso aqui.... rs

E fiquei tão puta quanto você.

bjo menina