terça-feira, junho 03, 2008

da friagem

Assim como as pessoas mudam, eu também mudei. Agora sou uma pessoa que gosta de suco de laranja, bife, o rabinho da rabada e alguém que gosta de frio. Antes não suportava, porque nunca estava confortável, mas a friagem tem seu lado bom.
É gostoso sentir aquele ventinho gelado rachando seus lábios, deixando sua pele seca e a ponta do nariz congelante.
Também é bom pra tomar tacacá, rabada no tucupi, sopa e caldinhos quentinhos.
Além de ser uma ótima oportunidade pra namorar (alowww)
O bom da friagem (aquilo que chamam de fenômeno climático que acontece na Amazônia Ocidental de maio a agosto e que não passa de um resto do vento gelado que vem sul) é que dura pouco. Até porque, como comentou uma amiga do trabalho, nós só temos roupas para três dias de frio. Depois disso acaba jaqueta, moleton, tudo...
Então, frio, vazaaaaaa que a minha roupa limpa já acabou!

5 comentários:

#3 disse...

Pois é! Ainda bem que esse tal do Ninõ tem feito o frio durar um bocadinho mais, apesar do problema das roupas. Senti falta de andar por essas bandas aqui. Bjão Nega

camila alam disse...

hum... queria tanto, mas tanto tomar um tacacá nesse frio de são paulo!!
bjos!!!

O seringueiro Voador disse...

Mas as roupas nem sujam tanto assim no frio.
A gente quase não soa.
Eu quero é que venha mais....

Gil

Geisy Negreiros disse...

Ai amigaa também gosto do frio, mas é bom só pra quem tem roupa mesmo, fui no bairro Ayrton Sena e a mulher colocou os lençóis tudo do lado de fora pra tapar os buracos que tinha na casa, pense numa dó, os meninos tudo seco, sem roupa, com pneumoniaa por causa da tal friagem! Coisa mais triste, mas eu deixo tá tu gostar do frio, heheh, beijo

Sugestivel disse...

Eu li tua matéria, loira. Muito triste mesmo...