domingo, junho 29, 2008

Perdemos nosso charme

Eu até que gostava de ser diferente duas horas. Diferente é bom e a as pessoas se espantavam duas vezes: primeiro por ser do Acre, segundo por ter um horário com duas horas a menos que o restante do Brasil.
Agora as coisas perderam um pouco o sentido. Acordar às 6 horas, na madruga boladona, e não ver o sol é pra lá de estranho, mas a sensação de chegar às 18h com ele até que não é tão ruim.
O fato é que agora não tem mais jeito. Quem não gostou, só lamento. A opinião do povo pouco importa e eles ainda andam dizendo que é “O Acre com uma hora mais certa”. Que mané “mais certa”, rapá. Era o nosso horário e acabou. É um complexo de achar que o que não é igual a todo mundo está errado... Eu, hein!

Um comentário:

Vladimir disse...

Eu sempre tive a curiosidade de saber o que os acreanos achavam de estar duas horas "diferente", ver o noticiário às seis da tarde, essas coisas. Achei bem interessante seu post!
Bjs,