quarta-feira, junho 18, 2008

é complicado...

Definitivamente não tenho sorte com compras pela internet. Eu só preciso me convencer disso e parar de ter raiva à toa.
O problema de endereço é crônico, como já contei AQUI, mas hoje tenho uma relação muito melhor com Jocivaldo (o carteiro). Me apresentei direitinho, disse onde morava e fiz ameças sutis caso minha correspodência não chegasse.
Essa última compra era super importante pra mim. Além de valor sentimental, tinha uma foto que mandei revelar para participar de um concurso de fotografia e como não gosto da qualidade daqui, me arrisquei a mandar para um site desconhecido. Tinha tanto medo que não chegasse, que traí a confiança de Jocivaldo (o carteiro, lembra?) e cadastrei o endereço da minha tia. Efetuei a compra no dia 18/05, paguei o boleto no dia seguinte, mandei ínumeros e-mails, que sempre voltavam, outras centenas de mensagens do link 'contato' do próprio site e três interurbanos em dia de semana, só pra ouvir as pessoas me iludindo.
O prazo final para envio da foto foi dia 13/06, meu aniversário, e a merda do pedido chegou ontem, dia 17!
Já não bastasse tamanha sacanagem, o pacote veio endereçado a um tal Nattércio Damasceno. É muita novela na mente desse povo...
Eu mereço!

2 comentários:

Vladimir disse...

Bom era nos livros da Agatha Christie que mencionavam que as casas inglesas do começo do século passado tinham nomes próprios, coisas como Chalé dos Cedros, Casa da Velha Fábrica, etc, e bastava colocar o nome da casa que o carteiro entregava!
Bjs

Camila Alam disse...

A minha história é o contrário. Todo mundo vive me dizendo que eu vou me ferrar de tanto fazer compra pela internet.. haha... mas até colar de prata de Israel já chegou em paz lá em casa..
Será que é sorte? rs

bjos deda!