quarta-feira, outubro 03, 2007

o golpe

Pra quem não sabe, eu trabalho numa empresa de telefonia.
O que eu faço, ao contrário do que muitos pensam, é ler os jornais e sites a procura do nome da empresa. Eu até poderia poderia falar o nome dessa empresa, pra não ficar repetindo 'empresa', mas isso se transformaria em clipping, geraria uma fonte de pesquisa no google, alguém que gostasse muito de mostrar serviço iria encontrar esse texto, descobrir minha real insatisfação, comunicar ao setor de relações com a mídia da matriz, que entraria em contato com o meu chefe, em outra filial, que entraria em contato com o RH e eu seria demitida. E, como eu ainda tenho quatro meses de estágio, prefiro ficar.
Como o meu setor é pequeno e eu sou sem moral, divido a sala com o jurídio, outro setor coitadinho que não tem sala própria e só tem uma estágiária, que é minha amiga. Tudo no lado dela é mais bonito. Ela tem escaner, um computador melhor, um telefone sem fio, fax, impressora e mais trabalho :D
As pessoas até falam mal nos jornais, mas o número de processos é bem maior.
Então de vez em quando vem alguém instisfeito, nevorsinho ou desesperado conversar com a minha amiga estagiária da mesa ao lado.
Os casos são sempre os mesmos: furto, clonagem, cobrança indevida...Mas hoje o caso era de vida ou morte.
A mulher não parava de repetir: "Meu marido vai me matar, meu Deus!"
Também pudera, ela foi mais uma vítima do golpe do celular. Alguém liga (a cobrar), dizendo que é da empresa (sim, a 'empresa' que eu trabalho) e que a pessoa foi sorteada em uma promoção e ganhou vários prêmios, mas, para desfrutar de todas as maravilhas, a criatura teria que comprar cartões de celulares pré-pagos das empresas concorrentes e passar o código por telefone.
Eu tento, de verdade, acreditar que o poder de persuação ultrapassa a sanidade.
Tento compreender que a 'inocência' faz com que pessoas caiam nesse papo.
E tento, tento mesmo, aceitar que a vontade de ganhar qualquer coisa nessa vida é tão grande que os pobrezinhos se rendem a tal golpe sem pensar muito antes.
Mas quando alguém chega aqui dizendo que atendeu a chamada a cobrar, viu pelo bina que o número era de um celular de Fortaleza, passa uma hora e meia nessa ligação e ainda gasta duzentos reais em créditos para celulares de outra operadora, aí até eu tenho vontade matar!

7 comentários:

Samuel Bryan disse...

eu ja fui vitima desse golpe sabia?
não, eu nao comprei os 200 reais de credito (nem que eu quisesse, de onde eu tirar 200 reais pra comprar credito ¬¬) mas eu tava bancando o mega inocente e fui brincando e brincando e brincando... resultado, o cearence filho da puta tava tão puto comigo que eu ja tava contando os minutos pra ele dizer que tinha um carro preto na frente da minha casa ou que minha mãe tava no porta malas dele... mas ele tava so doente de odio porque ele devia imaginar "meu Deus, esse otário é otário demais"... enfim, ri que chorei, quem nao gostou foi minha avó, mas ai, me senti vingado pelas pessoas que eles dão o golpe, lembro que ele pergutou: voce quer emissora de TV pra entrega dos premios? e eu respondi: não, quero preservar a minha privacidade
hahaahahaha
=*

Dani disse...

E acho que se o marido dela consumasse o delito, ele estaria com a mais absoluta razão. Mas se por acaso, com medo dos rigores da Lei Maria da Penha ele decidisse não atentar contra a vida da consorte, acho que pelo menos o divórcio ele deveria pedir. Numa boa... ninguém merece ser casado com uma anta dessas.

Carlos Leite disse...

Aproveitando o comentário de Dani, eu acho que a Lei Maria da Penha deveria prever exceções...

dih disse...

Nem me fale... Ontem o dia foi d cão mesmo.. e a mulher queria porque queria que eu estornasse os valores que ela tinha atendido a cobrar, já que ela tinha passado mais de UMA hora no telefone.

Não sabia se ria ou se chorava pq eram tantos os sinais de golpe que só sendo meio abestada pra não perceber.
1º - Quem da empresa iria ligar de um CELULAR para ofereceer um produto?
2º - Quem da empresa ia ligar a COBRAR?
3º- Quem ia pedir pra comprar cartões da concorrente?
4º - Que promoção é esa que saiu no Domingão do Faustão e ninguem tinha conhecimento?

É por ter que aturar essas coisas q os recursos do Jurídico são melhores.

:P :)

Carlos Leite disse...

Olá. Muito legal o seu blog. Dá uma passadinha no meu. Beijos.

Carlos Leite disse...

Gostou do meu comentário de blogueiro-miguxo-iniciante-enchedor-de-saco?

Gigliane disse...

É...infelizmente temos que tomar conhecimento desse tipo de absurdo.
O pior é quando é alguém conhecido, "esclarecido" e ainda assim cai no golpe, daí pq conhece alguém que trabalha na empresa(a mesma que a sua) acha que a gente pode fazer milagres, e vc com toda a educação do mundo(controlando toda a ira) tem que explicar que
ela perdeeeeeuuu.