sábado, outubro 06, 2007

sobre crônicas e contos

Toda história tem várias versões. O problema é quando as pessoas esquecem disso e fazem de uma visão a verdade absoluta. Nessa tal profissão que eu espero exercer, ouvir os diversos lados da história é um mandamento.
Então às vezes as pessoas contam histórias a sua maneira, estilo, opinião e fazem disso a história dos outros.
E aí vem outro problema chamado 'coleguismo' e faz com que outras pessoas absorvam aquela informação sem questionamentos. É difícil manter a isenção quando se tem um amigo no meio.
Isso acontece e sempre vai acontecer (no jornalismo ou não).
A forma de interpretação pessoal nunca será a mesma, mas acredito que quando a mensagem é entendida pela maioria da mesma forma, houve comunicação.
Porém, isso é totalmente desconsiderado quando se trata de um amigo. Uma falha humana que complica tudo.
É como se numa sala de 168 alunos, o professor explicasse uma matéria, mas 16 entendessem de outra forma. Esses 16 são meus amigos, portanto, estão certos. Os 152 restantes não passam de 'ignorantes' alienados.
E assim cria-se um juízo de valor.
Isso é o que mais me assusta.
Criar opiniões baseadas em fatos não vistos, só porque existe uma relação próxima com o outro. Facilitar caminhos só porque existe uma relação próxima com outro.Fazer favores e passar por cima de outros, só porque existe uma relação próxima com outro.
E tudo o que se pode questinoar sobre ética começa a morrer aí mesmo, sem nem ao menos percerbemos.
E o que motivou a polêmica perde a autenticidade, afinal, torna-se também uma relação de interesses.
Acontece comigo e com você. Sempre.

4 comentários:

Carlos Leite disse...

Sempre. E muitas vezes é automático e a gente ne percebe, a não ser quando pára para refletir (quando abolirem o acento do "pára" essa frase vai ficar estranha). Ética exige imparcialidade, que exige disciplina. É difícil...

Eu gosto do sugestível. E ainda por cima é atualizado sempre! =)

fabiana disse...

Atingi o limite da curiosidade agora, para tentar descobrir sobre o assunto que inspirou esse texto...

nattercia disse...

Eu já te contei, mas niguém me leva a sério nessa vida...

Fabiana disse...

Tchura, é daquela discussão sobre a aula de gestão de crises?!! Viu como eu te levo a sério, sim, boba?